terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Falemos de coisas importantes

Rolls RoyceDeixemos de lado os fait-divers para vender livros, aumentar share em canais de notícias e promover os ajustes de contas velhas.

Deixemos de lado, até porque há mais vida para além do orçamento, o dito cujo.

Deixemos de lado as festividades comemorativas do centésimo dia da implantação do diálogo e da convergência das rectas paralelas.

Deixemos de lado esse pormenor urgente de construir um comboio foguete interplanetário que tem de mudar de eixos quando chega aos Pirenéus.

Deixemos de lado todas essas manigâncias como são, por exemplo, os exercícios para cálculo da taxa de desemprego e as projecções que advém da possível devolução dos desempregados portugueses que estão no estrangeiro e que são adicionados às estatísticas desses países e subtraídos às nossas.

Deixemos de lado todas essas minudências, essas idiossincrasias, como diria o Paulo Ferreira, e concentremo-nos nas razões que me levam a não poder comprar o Rolls Royce que tem lugar marcado na minha garagem e nunca mais lá entra. Isso sim é motivo sério, sério porque não me reformei aos 50 anos, tenho emprego, trabalho e pago impostos, pago-os para todos e todos me exigem que pague mais, que trabalhe mais, que ganhe menos (agora chamam-lhe congelamento) e não consigo amealhar para o tal bólide que nunca irei ter porque... pago impostos, trabalho, tenho emprego e não me reformei aos 50 anos.
LNT
[0.057/2010]

7 comentários:

fatbot disse...

E muito FELIZ é o Senhor Barbeiro ( e tem sido FELIZ aqui ... ali ... acolá dezenas de vezes! ) por não conseguir o tão desejado Rolls Royce!!! E aqueles que sonham ter uma vida digna todos os dias e não conseguem!!! Esses vivem juntos de nós e também são dezenas e dezenas deles ... Por norma sou optimista mas que a " coisa " está negra está ... um até SEMPRE

maloud disse...

O fait-divers não trará o Rolls Royce, mas assegurará pleno emprego aos livreiros.

Pézinhos N' Areia disse...

no roi-róice ... a mulher vai sempre à frente....


http://img.dailymail.co.uk/i/pix/2008/05_01/rolls3004_468x689.jpg

The Spirit of Ecstasy ....

:-)

Capitu disse...

Depois de ver as notícias em todos os canais de televisão disponíveis, olho para o tecto da cozinha e penso: Que merda! Já tenho outra vez humidade naquele canto...

Luís Bonifácio disse...

É preciso ter paciência e estar atento.
Se a Loyds falir outra vez, pode ser que compre um RR por menos de 5 000 contos.

mdsol disse...

:))

anamar disse...

Ah, senhor barbeiro, eu reformei-me aos 54... sem mordomias, por direito...e "no" R/ mobile... só uma "bica"...e continuo a pagar impostos... e continuo a contar os tostôes... e fui professora.... e mais lágrimas hei-de verter, como os demais...
não gosto do presente, e do futuro ainda menos....