sábado, 22 de janeiro de 2011

Alegremente reflectindo

ChimpazéEstou como a Joana Lopes. Reflectir o quê e para quê? Não tivemos, nestes últimos tempos, mais que tempo para reflectir? Ou reflectimos só em silêncio?

Tratam-nos como se fôssemos miúdos, ou bons alunos, é o que é.

Hoje desci do Porto para Lisboa (descer é uma maneira de dizer, claro, porque a altitude é a mesma) e fiquei impressionado com a portugalidade reflectiva. Nunca se ouviu um País tão silencioso, nem tantos condutores da faixa da direita viciados na da esquerda, como que a tentar impedir que se ande. Deviam estar em reflexão reflectiva.

Que nervos!
LNT
[0.014/2011]

6 comentários:

fatbot disse...

Um serão quente e aconchegado! Reflicta ... mas será que vale a pena??? Mais do que decidido!!! Descanse BEM! E amanhã vote BEM! Um abraço e um até breve

OFB disse...

O nosso barbeiro, está de volta com a sua escrita alegre, reflectindo e ilustrando com palavras a nossa sociedade.

Bom domingo...sem colaboradoras?

Helena disse...

:-) para o post

As colaboradoras também devem estar a reflectir...

Francisco Castelo Branco disse...

o problema deste país é reflectir de mais

Anónimo disse...

Mais valia o Manelinho ter andado sózinho do que ter o Sócrates e o Anacleto às costas.
Grande sova.
Vamos a ver porque só falta mais uma vassourada
Boa noite

Anónimo disse...

diz o tv:

http://hojehaconquilhas.blogs.sapo.pt/1213232.html