domingo, 11 de setembro de 2011

Simbologia no Partido Socialista

Bandeira do Partido SocialistaA pedido de vários clientes na sequência do Post 360/2011 e, já que estou com a mão na massa, deixo o Hino oficial do Partido Socialista.
Trata-se da Internacional com letra de Manuel Alegre.
Aqui fica para ouvir
Se quiser fazer karaoke siga o texto que se segue:

A pé ó vítimas da fome
Não mais, não mais a servidão
Que já não há força que dome
A força da nossa razão
Pedra a pedra rua o passado
A pé trabalhadores irmãos
Que o mundo vai ser transformado
Por nossas mãos, por nossas mãos

(Refrão)
Bem unidos, façamos
Nesta luta final
Uma Terra sem amos
A Internacional
Bem unidos, façamos
Nesta luta final
Uma Terra sem amos
A Internacional

Não mais, não mais o tempo imundo
Em que se é o que se tem
Não mais o rico Todo-o-Mundo
E o pobre menos que ninguém
Nunca mais o ser feito de haveres
Enquanto os seres são desfeitos
Não mais direitos sem deveres
Não mais deveres sem direitos
(Refrão)
Já fomos Grécia e fomos Roma
Tudo fizemos nada temos
Só a pobreza que é em sobra
Dessa riqueza que fizemos
Nunca mais no campo de batalha
Irmãos se voltem contra irmãos
Não mais suor de quem trabalha
Floresça em fruto noutras mãos
(Refrão)
LNT
[0.368/2011]

3 comentários:

الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن disse...

Já fomos Grécia e fomos Roma
Tudo fizemos...para voltar a ser

e conseguimos

é um bom hino, mostra coerência

الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن disse...

A pé ó vítimas da fome
Não mais, não mais a servidão
Que já não há força que dome
A força da nossa razão
Pedra a pedra rua o passado
A pé trabalhadores irmãos
Que o mundo vai ser transformado
Por nossas mãos, por nossas mãos

(Refrão)
Bem unidos, façamos
Nesta luta final
Uma Terra sem amos
A Internacional
Bem unidos, façamos
Nesta luta final
Uma Terra sem amos
A Internacional

Não mais, não mais o tempo imundo
Em que se é o que se tem
Não mais o rico Todo-o-Mundo
E o pobre menos que ninguém
Nunca mais o ser feito de haveres
Enquanto os seres são desfeitos
Não mais direitos sem deveres
Não mais deveres sem direitos
(Refrão)
Já fomos Grécia e fomos Roma
Tudo fizemos nada temos
Só a pobreza que é em sobra
Dessa riqueza que fizemos
Nunca mais no campo de batalha
Irmãos se voltem contra irmãos


a última parte é que não cola

mais suor de quem trabalha
Floresça em fruto nas nossas mãos

assi sim

ou assis sim's

Anónimo disse...

O Hino é bonito!
Mas há quanto tempo não o cantam?
José Horta / Grândola