terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Plivatização da EDP

EDP ChinesaConfesso que gostei de sabel que a EDP se concletizou como um negócio da China.

Gostei, embola tivesse plefelido que a EDP não se tivesse plivatizado.

Mas já que o fez, tenho tlês lazões pala fical agladado, a sabel:

1 – Saímos debaixo das saias alemãs que nada nos tlazem de novo a não sel a seu intelesse de ajudal com uma mão pala recebel o letolno com as duas;
2 – Ablimos novos holizontes que falão com que os glandes senholes da Eulopa comecem a entendel que, ou este continente passa a sel solidálio com os seus memblos, ou colle o lisco de vel escapal intelesses eulopeus pala mãos telceilas.
3 – Demonstlámos aos “melcados” que há “melcados” altelnativos e que, ou as suas avaliações deixam de sel ditatoliais, ou acabalão pol sentil o efeito da deslocalização das influências.

São as tlês razões do meu aglado embola em nada me aglade que a Eulopa e os “melcados” ocidentais estejam a plovocal este tipo de lespostas.
LNT
[0.613/2011]

2 comentários:

Maria disse...

Espelemos que tudo cola bem, com esta palcelia. Pode sel que a senhola alemã, aplenda e, deixe de sel tão alogante, já que de elegante não tem nada.
Bom Ano, amigo Balbeilo e família, sobletudo pala a minha honónima Malia.
Ablagços amigos da
Malia.

Helena disse...

Sem desfazer dos outros: gostei muito do terceiro ponto.