quarta-feira, 4 de abril de 2012

Compulsivos

Governo


Aldrabões, mentirosos.

Uma vez mais: mentirosos, aldrabões, além da Troika, custe o que custar.

Subsídios de férias e de Natal só vão ser repostos a partir de 2015 e de forma gradual
LNT
[0.196/2012]

8 comentários:

Miserere Dominus Meo (Box) disse...

eu sinceramente apostava mais em 2017 em escudos...mas pode ser que a guerra com a índia rebente antes

basta mais dois anos maus que metade dos velhotes nem chegam a 2018

felizmente a seca chegou aos ingleses pode ser que venham cá beber-nos a água

se sócrates dissesse que estaríamos de tanga em 6 ou 10 anos quem é que o elegia?

a inconomia vai piorar

a crise de 2006 que estoirou na Irlanda e só chegou aos restantes em 2008 e à china em 2012 (a bolha chinesa já começou a rebentar em 2010 mas..faz de conta

concentração de capital na ásia que nos enche de quinquilharias e de panos é um facto

há 500 anos fizemos-lhe o mesmo e ninguém se queixou demos lixo e levámos a prata e as porcelanas
agora ...patientia

cultive arroz na varanda e crie pintos (da costa) é o futur

Mad Max IV is now só nos cinemas do Mali(aqui só em 2030)

Miserere Dominus Meo (Box) disse...

men tirosos ou tinhosos?
em 1888 diziam que as rendas das col´nias pagariam os desmandos em armamento e quimboios de ferro...

apesar das colónias serem deficitárias crónicas pois tudo o que tirávamos de lá era abaixo de custo
e tudo o que metíamos era inflaccionado

agora as colónias são as autarquias e as madeiras

e o resultado é o mesmo

sempre fomos ricos em fados e futrebol e sempre seremos

troika nenhuma nos tirará isso...as tríades do norte e do sul já as tiraram há anos

como dizia carlos cruz (antes da casa pia) os estádios pagam-se em meia-dúzia de ânus..

não disse era de quem os ânus eram

Luís Coelho disse...

Esta ficará ligada ao dia 1 de Abril - dia das mentiras.
Perderam a vergonha e a capacidade de discernimento..

luis reis disse...

Que belo bando de filhos da p....é o que se pode dizer.Bom carnaval!!!

Fernando Oliveira disse...

Boa tarde.
Como até 2015, vá lá 2016, ou, por lapso, 2017, o pobre Estado português já estará patrocinado por marcas comerciais, podiam lançar parte desses subsídios em cartão tipo Continente, Pingo Doce ou outro (contando aqui com a capacidade negocial do ministro Álvaro Pastel-de-Nata Pereira), e o restante numa conta-corrente a descontar em taxas moderadoras ao balcão dos (poucos) hospitais ainda abertos ou da Medis (para o que o quadro desta empresa em comissão ministerial Paulo Macedo poderá disponibilizar os seus bons ofícios).
Abraço.
Fernando Oliveira

Luis Novaes Tito disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luis Novaes Tito disse...

o gozo do Ministro das Finanças hoje, na Assembleia da República, é um sinal de total desrespeito pelos portugueses que acabam de ver o seu vencimento anual reduzido em dois vencimentos por mais um ano.
Começa a ser inadmissível.

Anónimo disse...

E a propósito do gozo do MFinanças na AR: como foi possível aos Partidos de esquerda aturarem aquela provocação sem lhe voltarem as costas e o deixarem a falar só? Será que nao perceberam a natureza indigna de tal discurso?