terça-feira, 17 de abril de 2012

Falta metade para um milhão

Chaplin


Olho para o contador, que nesta casa conta calmamente e sem batotas nem graxas, e apercebo-me que estão (quase) a só faltar 500.000 para que se atinja um milhão de clientes. É espantoso para quem abriu o estabelecimento há quatro anos e picos e só tem uma tesoura para desbastar tanta trunfa e topete.

Lançando o barro à parede, espero que apareça um patrocínio alemão para que o cliente 500.000, caso se identifique e comprove ser o bafejado, receba uma barra de ouro achocolatado com a chancela de Merkel.

Quanto aos restantes 499.999 que por aqui passaram, ficam beijos e abraços.
LNT
[0.214/2012]

14 comentários:

Helena disse...

Caro barbeiro,
Vou passar o resto do dia a visitar este estabeleciemnto, a ver se tenho a honra de ser o 500.000.
Com todo o gosto lhe levarei a barra de ouro achocolatado (bom, teremos de negociar as proporções dos ingredientes...) para o receber, a seguir, das suas mãos.

(Podemos efectuar a transacção no próximo dia 5 de Maio, se estiver em Lisboa)

Não sei porquê (hehehe), lembrei-me agora de um momento grande para Portugal: o imigrante nº 1.000.000 era português! Foi recebido com todas as honras (imagino, pobre homem) e ofereceram-lhe uma mota.
http://www.angekommen.com/iberer/Mio/millionster.html

Luis Novaes Tito disse...

Temos lançamento de livro traduzido?

Quanto ao contador a coisa está doseada :) Só conta uma visita diferente se diferido em duas horas que é para não me entusiasmar muito :)

É que quando o contador tem loucuras de ultrapassar os mil clientes dia a minha timidez faz-me desligar o Blog. Já não há tesoura que aguente :)

Helena disse...

hehehe

(sim, temos lançamento de livro traduzido. Como adivinhou? pensei que era o segredo mais bem guardado de Portugal...)

Luis Novaes Tito disse...

Sou leitor de um blog que tem publicado abundantemente o "segredo mais bem guardado de Portugal" :)

mdsol disse...

Presente! Com todo o gosto. E, como se diz por estes lados, marabilha!

[Se a barrita e tal me calhar, melhor ainda!]

Muitos parabéns, caro senhor Luís da Barbearia.

:)))

Helena disse...

Luís,
:D
(mas esse é o meu prazer solitário - não me diga que não estou lá sozinha?!)

Maria disse...

Foi ver o blog e gostei.
Maria

Luis Novaes Tito disse...

Vê, Helena. Agora já tem dois leitores. (tirando aquela imensidade de leitores alemães, que isso não interessa para nada)

Helena disse...

Luís,
hoje é só rir por sua conta.
Acho que vou desligar a internet, para ver se aumento a produtividade. Assim como assim, isto não está com cara de ir hoje ao meio milhão.

Luis Novaes Tito disse...

Não vai, não, que eu não deixo.

Vamos lá a trabalhar no livrinho. Um russo armado em alemão, tsc...tsc...tsc...
e como se não chegasse traduzido por uma portuguesa,
tsc...tsc...tsc...

Helena disse...

é a globalização! :-)

Francisco Clamote disse...

Parabéns, Luís! 500.000 "clientes" é muita gente, mas vistas as coisas pelo lado da qualidade do "corte" e dos demais tratamentos aqui providenciados, sou de opinião que a "barbearia" merecia ter muito mais clientela. Abraço.

Luis Novaes Tito disse...

Agradecido pelas tuas palavras, meu caro Francisco.
A verdade é que a Barbearia tem muito mais clientela do que aquela que agora se comemora. Residem noutras realidades, entre as quais as redes sociais e os feeds que também vou observando mas que não entram para esta conta (feita com o máximo rigor e sem batotas).
Para além disso estou muito mais interessado na qualidade dos meus visitantes do que na quantidade que alguns muito gostam de sustentar. Tu és um dos muitos exemplos da qualidade que aqui gosto de ter.
Abraço

Francisco Clamote disse...

Ainda bem, Luís, que assim é, no que respeita à clientela. Abraço.