quinta-feira, 19 de abril de 2012

PS 39

Bandeira do Partido Socialista
Sem nós teria havido democracia?

Possivelmente sim, mas não teria sido a mesma coisa.

Por isso, parabéns a todos nós que lemos e escrevemos em liberdade.
LNT
[0.225/2012]

10 comentários:

Rogério Pereira disse...

Esta é... boa
Nem quero outra
Escrevo
Escrevo
Escrevo
(bom, e agora
nem parava
escrevia
que me
desalmava)

Meu caro, estou
perplexo
com o seu pensar profundo

Luis Novaes Tito disse...

Não é para ser profundo (a mania das profundezas). É só para constatar.
Ainda bem que escreve, escreve, escreve. Possivelmente não o poderia fazer se alguém não tivesse feito para que o pudesse fazer.
Ainda mais profundo, vê.

Luis Novaes Tito disse...

E já agora só mais um acrescento, também sem profundidade.
O PS é a garantia de que continuará a poder escrever.
É que não estamos a falar de direitos adquiridos mas sim de conquistas e elas só existem se alguém por elas continuar a lutar.

zero disse...

Sim, a democracia resiste a tudo. Se resistiu ao estado novo porque não haveria de resistir ao socialismo pífio que se lhe seguiu?

Anónimo disse...

Sim, teria havido e infelizmente teria sido diferente, a "vossa" dá para falar, escrever, e gamar quanto baste ou bastou, e agora já nos deu a "emigração", a fome e a miséria que estamos a reconhecer uns e outros a conhecer pela primeira vez, obrigadinho ó camaradas. Não perca tempo a dizer-me de quem é a culpa, é que eu sei, infelizmente, antes fosse analfabeto, o nojo seria menor.
Manuel Alves

Maria disse...

Parabéns para nós, amigo Luís, os que ainda sabemos o que é ser livres.
Um abraço Socialista da
Maria

Helena disse...

Parabéns!
E obrigada.

Rogério Pereira disse...

Por acaso acho que me acaba de dar uma sugestão. Falar sobre os operários da escrita.
E onde estão... Porque não?

Luis Novaes Tito disse...

Os parabéns serão sempre para todos nós que somos seres livres e não abdicamos da nossa liberdade.

Rogério, boa ideia.
Escrevendo sobre o assunto lá no seu Blog, faça o favor de comunicar para irmos todos lá ler

Luis Novaes Tito disse...

Ah, oh Rogério, quando escrever não se esqueça daquela coisa da profundidade de que tanto gosta. Lá estaremos para medir os milibares.