terça-feira, 3 de abril de 2012

Surdinas [ XLII ]

Mosca(baixinho para que ninguém nos ouça)

A definição de besta só pode ser a de um burocrata europeu dizer que o caminho mais eficaz para desenvolvimento é aquele que mata os trabalhadores e os empresários, para logo a seguir dizer que não entende porque é que eles morrem de morte matada.

A definição de nojo é o Governo de um País independente sorrir para um gajo destes sem ser capaz de lhe dizer que um País independente não é um baldio de um Continente.

Não lhes poderemos cortar (à besta e ao Governo que lhe sorri) o subsídio de férias e de Natal para o resto da vida?
LNT
[0.192/2012]

7 comentários:

Ferreira, M.S. disse...

Excelente ideia! Referende-se! Eh eh eh! Um abraço, senhor Barbeiro!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Ou muito me engano, Luís, ou vai ser essa tentação do coelho que o vai levar a afogar-se num Rio...
Abraço

zero disse...

Folgo em vê-lo tão bem disposto. Noto que essa sua propensão para a rasteirice retórica, num misto de insulto bacoco e vazio argumentativo se mantém intocada.
:)

Luis Novaes Tito disse...

Obrigado Zero. Há muito que não vinha cá e folgo sabê-lo no seu melhor estilo.
O seu comentário fala por si.

zero disse...

Sim, os meus comentários falam por mim ... você continua arguto! :)

Miserere Dominus Meo (Box) disse...

se nem sequer podemos obrigar soares a pagar as multas

obviamente o chauffeur que ganha 2000 aeurrios é que tem de ficar sem carta...mas se ficou sem carta
o táxi estatal tem motoristas sobresselentes?
Obrigado Zero.
O seu comentário fala por si.
zero é sempre igual a zero

mesmo quando são muitos
milhões de zeros
milhares de mações
não pode ser mação quem quer
só quem pode

já zero..qq um pode ser...0000

Nan disse...

Eu até sugeria mesmo que se lhes cortassem mais coisas...