sexta-feira, 6 de julho de 2012

Confiscos e Lei Fundamental. A culpa de Sócrates

Cravo BrancoTudo está normal. Claro que a culpa é do Sócrates e da actual “abstenção violenta”. Claro que a culpa é do PS.

O Governo Coelho/Portas saltou por cima da Constituição e fez aprovar na Assembleia da República, pelos Grupos Parlamentares do PSD e do CDS, uma Lei do Orçamento ferida de inconstitucionalidade.

O Presidente da República mandou às malvas o juramento que fez na Assembleia da República quando foi empossado e não defendeu, não cumpriu, nem fez cumprir a Constituição.

A comunicação social e os jornalistas tipo Crespo e os comentadores tipo Gomes Ferreira insistem na mentira de que os cortes dos subsídios dos trabalhadores do sector estado fazem parte do memorando.

Os comentadores em geral continuam a dizer que o memorando foi assinado pela Troika e por Sócrates e a omitir o papel fundamental do PSD e do CDS na escritura desse memorando. Omitem que só foi necessário pedir dinheiro à Troika porque o PSD/CDS/BE/PCP chumbaram um acordo que o Governo anterior tinha feito com os nossos parceiros da União Europeia. Esquecem que, ao contrário do PSD/CDS que contou com a chancela do Presidente da República, o PS tudo fez para que não fosse necessário chamar a guarda dos mercados – vulgo Troika – e fazem crer que o PEC IV era insuficiente para fazer face aos problemas nacionais que então existiam.

Todos fazem por esquecer que no tempo do Governo anterior a voz comum era a de que estávamos numa crise nacional e que depois, com Passos Coelho, passou a ser de que vivemos uma crise internacional.

Os impostos e o confisco nunca andaram sequer perto daquilo que se instalou de há um ano para cá. Os apoios sociais, a segurança social, a saúde, a justiça e a segurança nunca estiveram em fasquias tão miseráveis como aquelas em que este Governo as colocou.

Os direitos dos cidadãos, conseguidos por décadas de esforço, nunca foram tão maltratados. As garantias fundamentais, idem. O emprego e o trabalho ibidem.

O PSD e o CDS são Governo. Cavaco Silva é o Presidente da República. Eles são o poder, são eles que mandam e têm por filosofia política o empobrecimento, custe o que custar e para além da Troika.
O PS é oposição. A sua acção está condicionada por ser uma colossal minoria.
O PCP e o BE são oposição a tudo e só valem pelo que apregoam. Fogem do poder como o diabo de cruz.

Mas a culpa é do PS, melhor, é do Sócrates ou, em alternativa, é da actual direcção acusada de se “abster violentamente”.

Tudo normal, portanto. Normal, mas irreal.
LNT
[0.336/2012]

4 comentários:

antónio ribeiro disse...

felicito-o por este post, simples, claro, incisivo, que mostra a verdade dos factos.
O grande embuste que foi a campanha eleitoral de assalto ao pote, há-de um dia ser estudada nas Universidades, dignas desse nome. A grande mentira e grande conspiração do be, do pc, da fenprof, em estreita aliança com a direita mais reaccionária e retrógada.
Bastou um ano para o povo português conhecer as "virtudes" de um maioria, um governo, um presidente da direita.

Rogério Pereira disse...

"O PS é oposição. A sua acção está condicionada por ser uma colossal minoria."

Eis aqui uma colossal verdade! E depois?

Luis Novaes Tito disse...

E depois, o quê, Rogério?
O PS não é daqueles partidos que ganha sempre, mesmo quando perde.
Como vivemos em democracia e há que saber ganhar e saber perder, neste momento governa quem ganhou.
Um pouco maçador, sei, mas são as regras da coisa (ou do coiso, como diz o outro). Os cidadãos saberão dizer quando quiserem de novo o PS no poder. É este o depois.

José Gonçalves Cravinho disse...

LNT diz que o PCP e BE fogem do Poder como o Diabo da cruz.Mas então como poderão assumir o Poder se o Povo não lhes dá os votos necessários para tal?!E quanto ao PS,pois quando está no Governo, pratica Política semelhante à do PSD.Êstes dois Partidos são como dois irmãos gémeos que se guerreiam na disputa da herança da Quinta-Portugal.Ambos são apoiantes da Horda mercenária da Nato e de suas guerras de destruição e rapina.
Mas,porém,todavia,contudo......
Com populismo e demagogia,
muita mentira,verdade parece,
mas em liberdade e democracia,
o Povo tem o Governo que merece.