segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Na faixa da direita a subir para cima

Auto estradaNeste difícil retornar da crise algarvia para a de Lisboa fica a imagem de muitos carros de alta cilindrada a subir de baixo para cima e de muitos outros de cilindradas menores a descerem de cima para baixo fugindo ao empastelamento das nacionais de Canal Caveira ou de Mértola e a entregarem ao Ministro da Finanças mais uma mão cheia de dinheiro que ele tratará de fazer desaparecer.

Foi um impressionante desfile de bólides que no passado Sábado subiam para cima, a mais de 160 Km/hora, com pressa de chegarem ao ponto mais forte de uma crise que não parecia afectá-los, possivelmente por não serem trabalhadores do Estado, o que os torna incomparáveis como diria tão sabiamente Paulo Portas em mais uma discursata de ódio.

Vê-los passar, a subir para cima, e manter seguro o carro na faixa da direita evitando uma farolada potente como que a avisar:

- Chega para lá malandro que te atreves a obstruir o meu roncar.
LNT
[0.360/2012]

1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Seja bem regressado, Luís. Também me farto de apanhar desses tipos na estrada. E não só em direcção ao Algarve...
Abraço