domingo, 14 de outubro de 2012

Nunca há vazio de poder

Cartaz de fundo da Manif de 13 de Outubro de 2012

Alguém saberá dizer quem é o autor e o que pretendeu com o cartaz que foi pano de fundo na manif cultural de ontem na Praça de Espanha?

A mim parece-me estranho e leva-me a alertar as forças democráticas para a sabida verdade de que nunca há vazio de poder.

Se os democratas não reagirem ao estado a que chegámos, reagirá a reacção. Se perante o definhamento da democracia se insistir que os prazos democráticos são para cumprir, custe o que custar, (como se em democracia não fosse sempre possível eleger e ser eleito) em vez de se revitalizar a democracia e liderar, alguém o fará por nós.

Não digo “Acordai”. Prefiro pedir que acordem, que sejam vigorosos, que parem a construção dos muros blindados que estão a construir com jogos florais e punhos de renda para que o povo não vos toque.

Levem para dentro das paredes do hemiciclo o grito de “basta” que se ouve cá fora.
LNT
[0.494/2012]

1 comentário:

myowncommonplacebook disse...

Nao sei o que significa mas foi alvo de muitas objectivas. Tem algo de nacionalista... Ouvi.