sexta-feira, 22 de Março de 2013

Censuras e Sócrates

NyonOs dois apontamentos importantes sobre o dia de ontem, a golpada do PC para subverter a Constituição e a golpada subversiva de uns “peticionários” para ignorar o que a Constituição diz sobre a liberdade de expressão e opinião, só me merecem um mesmo comentário:

Há quem continue a trilhar o caminho das cabras negando tudo aquilo que publicamente defende e a perder-se nos jogos particulares fingindo que esses jogos são o interesse nacional.

Para o PC fica aquilo que o PS entendeu constitucionalmente fazer. Os comunistas farão agora o que nunca quiseram fazer. Terão de ir à censura através da moção regimental e, como já queimaram todo o fogo-de-artifício que gostam de queimar, vão ter de apanhar as canas lançadas pela bancada socialista.

Para os peticionários do silêncio fica aquilo outro que os democratas nunca deixarão de defender. Por muito que a liberdade os revolte e por muito que a Constituição da República Portuguesa os apoquente, o direito de opinião e de expressão continuará a ser inquestionável.
LNT
[0.021/2013]

3 comentários:

António Rosa-RECORDAÇÕES disse...

Bom corte, Senhor Luis.
Vou ter de frequentar mais a sua "Barbearia".

Anónimo disse...



O PS partido de infindas traições aos interesses populares. PS partido anticonstitucional. Sempre, mas sempre contra o Povo.
É preciso lata para nesta barbearia se falar defesa da CRP.

João Pedro

dumoc disse...

Gostaria muito que o Sr. "Inginheiro" no seu 1º programa nos explicasse como ao mesmo tempo que conseguiu levar Portugal ao descalabro produtivo/económico e social, que acabou por desaguar na eleição do Mongo PPC (estavam à espera de quê?), construiu um elevador económico e social para si e sua família.
Se houver alguém digno do nome de Jornalista neste programa espero que conduza a entrevista neste sentido, se fôr somente uma acção de branqueamento (como antecipo) qualquer centro de mesa pode cumprir a missão.