sábado, 31 de janeiro de 2015

Outro dia estive com o Costa

a SecçãoFoi no jantar anual da minha estrutura de base do PS que em tempos também coordenei. Um órgão onde havia o hábito de fazer jantares anuais todos os anos. Com a crise, os jantares anuais passaram a ser nos anos em que calha, mas isso não interessa para o caso.

Quando fui coordenador da minha Secção, dessa mesma onde estive outro dia com o Costa, tivemos também a participação (dessa vez pela primeira vez) de um Secretário-geral. Ferro Rodrigues foi o primeiro que jantou connosco no jantar anual, embora muitos outros já tivessem jantado connosco noutros jantares. Assim, de rompante, lembro-me de Mário Soares, Victor Constâncio, Jorge Sampaio (que até era militante da Secção), António Guterres. Tenho ideia que nem Sócrates, nem Seguro, tenham ido a essas nossas festas. Um porque devia achar que era uma chatice e o outro porque já apanhou a fase em que os jantares anuais não se realizavam todos os anos, mas isso também não interessa para o caso.

O que interessa é que estive no outro dia com o Costa num jantar da minha Secção. E gostei, como já gostava quando ele aparecia ainda de calções, vai para aí uma catrefada de anos, e depois também quando ele já usava calças compridas e andava pela Jota ou a fazer pela vida nas FAUL e companhia.

O que interessa é que, apesar das muitas divergências (algumas insanáveis), o bacalhau do final da festa teve a firmeza de sempre e o tratamento de amizade de uma vida manteve-se inalterável. Estava muita gente, e isso também importa. Mais militantes do que simpatizantes, mas isso é da vida. Oxalá chegue.
LNT
[0.057/2015]

4 comentários:

Fê blue bird disse...

Espero que lhe tenha dado bons conselhos :)

beijinho e bom fim de semana

Luis Novaes Tito disse...

:)

Anónimo disse...


Olhe, Luís, bem preciso de cortar o cabelo, mas fica ara outra oportunidade.

Goze bem os almoços com o Costa mas olhe que, no quadro supra, eles vão acabar. Ao PS resta-lhe o destino do PASOK. Olhe, é a vida...

Com amizade,

João Pedro

PS: Ando cá à espera da minha vez há mais de 50 anos, e ainda não me cansei.

Luis Novaes Tito disse...

Foi um jantar.
Anda há 50 anos à espera da sua vez para acontecer o quê?