sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Os marcianos

Marciano laranjaEmbora o meu amigo e futuro Primeiro-ministro, António Costa, ainda não tenha dado por eles, os marcianos já há muito que desembarcaram para as bandas da Lapa e do Castelo.

Uns melhor disfarçados do que outros, mas todos eles marcianos como se comprova pelos discursos onde falam de uma terra que não é a nossa.

E mais. Não só são marcianos que nos invadiram como também outras espécies de ET, que se distinguem dos marcianos por serem irrevogáveis, ou coisa que os valha.

O que interessa reter é que está reunida a condição para que, além de Manuela Ferreira Leite, possam entrar outros numa coligação global de centro.

Alea jacta est, que é como quem diz em português espanholado:

¿Por qué no te callas?
LNT
[0.250/2015]

6 comentários:

Anónimo disse...

Ainda diz o sr que é amigo de Costa! Deve estar a estar a esfregar as mãos de contente por mais esta escorregadela.Até chego a pensar que não se importaria que o partido perdesse só para que o Costa desaparecesse...
A falta de união no partido vai ser a sua derrota. Muito triste e doloroso termos que gramar com a coligação mais quatro anos por causa dos amuos e vinganças pessoais.Imperdoável!

Luis Novaes Tito disse...

Pensa muito mal.
Talvez por assim pensar é que deixa comentários destes de forma anónima.

Rogerio G. V. Pereira disse...

E, em bom português: porque não te calas e tás calado?

Jaime Santos disse...

Luís Tito, Recordo-lhe que foi com estes Marcianos que a liderança de António José Seguro chegou a negociar um acordo de regime, com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República, que assim conseguiu transformar o que era uma crise interna de um Governo caduco num problema do PS (e isto precisamente depois do tal episódio irrevogável). Há muito que digo que uma das qualidades que falta a António Costa é a coragem de correr riscos e dou de barato que aí AJS bate-o aos pontos, basta ver o facto de ter avançado para uma solução, as Primárias, que beneficiou largamente o adversário, mas que abriu igualmente o Partido à Sociedade (independentemente de eu ainda pensar delas, feitas naquelas circunstâncias, o que pensava em Julho de 2014). Mas, convenhamos, no episódio irrevogável ou houve coragem a mais, ou ingenuidade a mais da parte do PS. Portanto, não é só António Costa que anda desatento (ou faz-se disso). E depois, de facto, o programa do PS tem em alguns aspectos, como o da Flexisegurança, um pendor liberal, e Mário Centeno não é propriamente da Esquerda Pura e Dura. Ou seja, desde que não entrem Marcianos para o Governo, não será nenhuma surpresa ver pessoas à Direita do PS como Ministros num futuro Governo liderado por Costa (mas não acredito que Costa convide Ferreira Leite e ela não aceitaria, de qualquer maneira). Mas os Marcianos são fáceis de reconhecer, usam óculos e chamam-se todos Maçães, ou algo assim... P.S. Espero que Seguro participe na Campanha, depois do pedido que foi feito por Costa. E, já agora, que chamasse a atenção que não é propriamente a melhor altura para lançar candidaturas presidenciais. Ou isso se fazia antes, ou se faz depois de Outubro, não quando o que se deve discutir são as propostas do PS, o que quer que se pense delas... Para tiros no pé, já bastam os cartazes...

Jorge Santana disse...

António Costa futuro 1º ministro? Acredita nisso mesmo com tantos tiros nos pés, o último dos quais, como refere, a história de Manuela Ferreira Leite, a falta de empatia, a má dicção, a nulidade de ideias, a divisão total do partido no caso das presidenciais, acho que afinal quem vive em Marte é o autor do texto...

Luis Novaes Tito disse...

É tão certo como dois e dois serem quatro. Daqui a 42 dias faremos a prova dos nove.