sexta-feira, 15 de julho de 2016

Tem de haver limites

Esquadra 501

A notícia do dia consterna-nos a todos. Sei isso e sou parte dos que se solidarizam com as vítimas de mais este acto de loucura cobarde.

Mas assistir na SICn ao levantar de questões ao Presidente da República sobre o atentado de Nice, num cenário de carros fúnebres que aguardam à porta dos Jerónimos os corpos de três militares portugueses mortos em serviço, sem que uma só palavra fosse dada sobre o que ali se estava a passar, atinge o auge da falta de senso da nossa comunicação social.

Esse auge foi ainda ultrapassado porque Marcelo, neste cenário e claramente impacientando os militares que atrás dele aguardavam que terminasse os comentários para se dirigirem para as exéquias que estavam em curso, acedeu em responder às questões que lhe colocaram sobre Nice.

Há limites.

Esses limites foram ultrapassados pela falta de vergonha e desrespeito tanto por quem colocou as questões como, principalmente, por quem acedeu a responder.
LNT
#BarbeariaSrLuis
[0.046/2016]

3 comentários:

S. Bagonha disse...

Que querem? O homem saiu do show biz, mas o show biz nunca saiu do homem. É, salvaguardando os diferentes estilos, o nosso Tiririca.

Janita disse...

Há limites para tudo e em tudo!
Cabia ao PR, assumir a prioridade do acto presente e fazer notar isso aos jornalistas, já que eles têm vistas curtas. Mas o homem pela-se por um discurso, vai daí...

Hélio Coelho Matias disse...

O homem está desculpado, porque se repararem não era ele!
É verdade, é um clone que anda pelo país em coisas menores...o homem ainda não teve tempo para parar...ele é os futebóis...ele é os olímpicos (o melhor que Portugal tem)...ele é medalhar...ele é ir para Paris na parte da tarde no 10 Junho e...ele até já prometeu que o 10 Junho 2018 será no Rio!
Ah!...quem adivinharia isto!
Afinal há ou não um clone?!
Elementar meu caro...