terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Surdinas [ LXXIV ]

Mosca(baixinho para que ninguém nos ouça)

Não se percebe qual o espanto de quem agora afirma que o relatório do FMI é da autoria da linha dura do Governo que terá pedido o papel timbrado ao FMI para se esconder debaixo das saias da sigla e dar credibilidade à doutrina que rege este poder.

Parece que só agora acordam para a realidade e que não sabiam que a cartilha dessa irmandade neoliberal que sequestrou o PSD é a mesma que timbra o papel do actual relatório.

Parece que não sabiam de onde eram oriundos os Borges, os Gaspares, os Moedas e restante camarilha.

Parece que nunca tinham visto Passos Coelho a servir de capacho e a transformar este País numa Nação cada vez menos valente.
LNT
[0.003/2013]

2 comentários:

Rogério Pereira disse...

Peço desculpa, mas como vejo o Paços é como o meu amigo inicialmente o vê: o emanuense que fornece o papel timbrado. É que capachos há tantos que depois dificuldades teria em descobri-lo em qq tapeçaria de capachos em segunda mão (ou nos restos de colecção)

Janita disse...

Diz o Rogério que capachos há muitos e tem razão.
Que o Passos o seja por conveniência e opção, não nos vai obrigar a nós a sê-lo, pois não?
Senão deixaremos de ser a tal Nação valente e imortal.
É contra isso e por isso, que a luta não pode parar, não é verdade, Rogério?
( será que já precisamos falar em surdina ou apregoamos bem alto como o fazia o ardina? )