segunda-feira, 25 de setembro de 2017

As novidades europeias são preocupantes


Nacionalismos, abandonos do projecto europeu, forças sociais em declínio e avanços democráticos de forças extremistas que tudo farão, como sempre fizeram ao receber votos, para acabar com a democracia.

A preocupação das lições que a História nos dá mas que não parecem estar presentes no uso do voto ou, ainda mais, quando se inutiliza o voto ou se prescinde de o usar.

A culpa é dos eleitores que querem fugir dela convencendo-se que o seu alheamento não os responsabiliza.

A culpa é dos eleitos democratas que fazem tábua rasa das ideologias sociais que dizem estar extintas ao considerarem a realidade como uma causa e não uma consequência dos seus actos.

Ao empobrecer um povo, ao diminuir-lhe a qualidade de vida, ao reduzir o emprego e ao sacrificar o bem-estar de todos a favor da defesa da lei da selva abre-se o caminho para os que preferem ser tutelados a assumirem a responsabilidade e a obrigação de agarrar o presente para fazer acontecer o destino.

As novidades europeias são preocupantes principalmente porque as não europeias já passaram os limites do bom senso e o desperdício da capacidade de arbitragem que o projecto europeu deveria garantir nada augura de bom.
LNT
#BarbeariaSrLuis
[0.065/2017]
Enviar um comentário