quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Concurso de Natal 2010 - Ovelhas de Presépio [ XIX ]

Painel de concorrentes

Acta de apuramento


Após a conclusão do prazo estabelecido no regulamento do Concurso de Natal 2010 d’a Barbearia do senhor Luís – Ovelhas de Presépio – o júri reuniu em plenário para avaliar as obras concorrentes e, apesar da hora tardia e de uma arreliadora avaria de último momento na "péne electrónica das colaboradoras", deliberou que nada conseguia deliberar devido à qualidade geral das comparticipações recebidas.

De seguida abriu as diversas encomendas que lhe foram chegando nos últimos dias e empanturrou-se até mais não, antes de recolher para descansar, fazendo saber que só no dia 16 tomaria a decisão classificativa final.

Dia 16 – 10:30 horas
Reanalisado o painel geral dos concorrentes admitidos apurou-se, por consenso, que ainda não seria desta que se conseguiria apurar o que quer que fosse e, como entretanto as encomendas deixaram de chegar, o júri foi almoçar fora, após ter decidido que o prémio deste ano consiste num circuito turístico em autocarro (não inclui as passagens aéreas até ao local), válido para duas pessoas, a um centro nuclear no Irão. Este presente deverá ser levantado presencialmente no franchising desta barbearia em Teerão, no prazo máximo de duas horas a partir do momento de anúncio da classificação final. Os prémios não reclamados dentro do prazo estabelecido reverterão a favor da Associação Humanitária das Esposas de Bragança.

Dia 16 – 17:30 horas
O júri reunido de novo após a sesta, verificou que as encomendas recebidas anteriormente não chegaram para o lanche. Analisou os 38 trabalhos apresentados e decidiu abrir uma excepção para o corrente ano e atribuir, ex-aequo, o primeiro lugar a todos os 38 concorrentes, habilitando-os assim a reclamarem, até às 24:00 horas de hoje (hora de Lisboa), na loja franchising desta barbearia "sitiada" em Teerão, o vaucher do respectivo circuito turístico.

Decidiu ainda, e também devido à qualidade e mais qualidade dos nossos concorrentes, que todos eles merecem os parabéns pelo sucesso de mais este fantástico certame que se destinou, tal como os anteriores, a promover uns dias de boa disposição e camaradagem desinteressada entre gente fantástica que se encontra em cliks e bits.

Decidiu finalmente que, embora as perspectivas do que nos espera para o ano, todos os concorrentes recebam os votos sinceros de Boas-Festas e o desejo de que consigam alcançar, em 2011, pelo menos 90% dos sucessos que ambicionam.
LNT
[0.483/2010]

22 comentários:

luisa disse...

Maravilhoso Natal o destas ovelhas! Quanto aos seus sortudos e premiados donos, já devem estar em fila de espera para recolher o seu merecido prémio. Eu, uma das gloriosas vencedoras, só não vou poder gozá-lo, porque lamentavelmente sofro de horríveis enjoos em viagens de autocarro. Mas caramba, este prémio é, de longe, muito melhor do que os que recebi na tômbola da festa de Natal do meu serviço. Parabéns a todos, principalmente ao promotor do evento, e Boas Festas!

António P. disse...

Sábia decisão, a do júri.
Já cá canta mais um 1º prémio.
Obrigado Sr. Barbeiro e um Feliz Natal para si e todas as colaboradoas do estabelecimento.

fatbot disse...

Só tenho uma palavra OBRIGADA! Que belo PRÉMIO! Para o Senhor Barbeiro e para todo o Pessoal que colaborou um SANTO NATAL! Para o ano cá estaremos! Um BEM HAJA!

João Menéres disse...

SENHOR BARBEIRO LUÍS

Então todos mandaram um perú ?
Pesou-os ?
Viu a qualidade de cada um, ferrando-lhes o dente ou foi com navalhadas sem creme ?

FELIZ ESTOU, pois participo pela primeira vez e GANHO
SOZINHO!
Mas, como a viagem até ao Irão é longa e perigosa, teve a feliz idéia de me arranjar
37 GUARDA- COSTAS !

Muitos parabéns pelo SUCESSO do MÉMÉ e obrigado à MdSOL por me ter proporcionado conhecer tão afamada e categorizada BARBEARIA e o seu PROPRIETÁRIO !

BOM NATAL A TODA A OVELHADA E AO SENHOR BARBEIRO LUÍS.

Francisco Clamote disse...

Obrigado, Luís. Estou comovido. Infelizmente, parece-me que já não venho a tempo de reclamar o prémio. Paciência! Um abraço e votos de Boas Festas.

Helena disse...

GANHEI! GANHEI! GANHEI!

Oh, grande alegria!

Valeu a pena ter-me esforçado tanto, e ter enviado todas aquelas caixinhas. Aaaaah, ganhei!

Utópico disse...

Fica aqui também o meu agradecimento pelo primeiro prémio.

Afinal sempre compensa oferecer fruta.

ainda que esta não tenha ido a concurso era de certeza uma ovelhinha vencedora:

http://cincononos.blogspot.com/2010/12/o-kinas-tambem-queria-uma-coisinha.html

mdsol disse...

Uau. Estou afagadíssima com este primeiro prémio. E que elegantes são os clientes da Barbearia. Cabem todos, à vontade, na elevação que serve de plataforma ao lugar dos vencedores. Também é bem verdade que o estrado da Barbearia é largo e abrangente. Assim é que é!
Quanto ao prémio, como cheguei atrasada pensei: outros Irão. Lendo os comentários anteriores questiono-me se realmente teerão aproveitado o magnífico e estimulante prémio.

:)))

[Este concurso é exemplar, de todos os pontos de vista. Promove a cooperação, a boa disposição, a criatividade, o desprendimento e, a brincar a brincar, estimula uma convivência daquela que mais interessa. Há iniciativas por aí que se levam muito a sério e que, ao lado desta, empalidecem de vez. Neste concurso brinca-se a sério, sem precisar de tornar o sério num despropósito. Muito obrigada, mesmo!]

Anónimo disse...

Não fui concorrente mas entrei, por acaso, no estabelecimento e gostei tanto que acabei seguindo, com muito interesse, o concurso.

Gostei muito das ovelhinhas (e afins) e mais ainda do humor sempre presente nelas, na organização, nos concorrentes e noutros visitantes. Parabens a todos e obrigada pelos bons momentos que me proporcionaram.

Vou aguardar, com grandes espectativas,a próxima iniciativa.


Rog

ariel disse...

Bem, estou aqui que nem posso, então não é que o meu comentário se evaporou? Certamente que correu célere a ver se não perdia o ultimo o voo para Bagdad.
Este exigente concurso foi levado muito a sério lá pelo Cirandando. Tanto que, apesar do açambarcamento não se poupou no açucar para adoçar a boca ao juri. E resultou. Lá diz o povo, o que é doce nunca amargou :))

Agradeço ao Senhor Luis e à sua Barbearia esta simpática iniciativa, e desejo-lhe, bem como a todos os concorrentes Boas Festas.

:))

maria disse...

(bem que acordei a sentir que era uma vencedora)

Saudações ao excelso Júri, aos restantes co-concorrentes, aos visitadores da barbearia e um abraço especial aos irmãos brasileiros a quem fanei a ovelhinha macho e outro igual aos japoneses inventores da arte de dobrar papel.

Boas-Festas para todos

GJ disse...

Estou tão comovida e agradecida que não sei se teerei tempo para descolar o riso da face a tempo de recolher a choné e arrecadar o prémio.
Assim, sendo deixo um grande abraço a todos, votos de Feliz Natal e um Ano de 2011 à maneira, e que a boa disposição se mantenha nesta Barbearia.
:-)

maloud disse...

Ai que nervoseira, Luís! Perdi-me à cata de um niqab e já não vou a tempo de usufruir o desporto radical com que tão generosamente me premiou. Que desgosto!

Umas Boas Festas para todos e, como dizia o outro, façam o favor de ser felizes.

Nuno Pereira disse...

O que vou dizer perante tanto o que já se disse por aqui acima!
GANHEI, GANHEI!
Ou MELHOR vencemos todos!
Este júri é de uma justeza de realçar. Não fere susceptibilidades e promove a harmonia no seio dos concorrentes. Assim evita cadeiras vazias na entrega do prémio.
As minhas ovelhas já chegaram ao destino e com o seu bafo estão a aquecer o menino.
Um Bom Natal para e todos e que o novo ano traga a alegria de sentir no ar que respiramos, mudanças capazes de encher um sorriso!

anamar disse...

A arte de nos fazer felizes...
Depois faco minhas as palavras da mdsol.
Viagem, não aceito, pois não a troco pela Cidade Maravilhosa... derradeiros dias...
Depois em Portugal aceitarei o seu pedido de amigo no FK. pois tenho aqui problemas com a conta... foi corrompida...ou não esteja eu no país deles...
Abraco e bom fim de semana

Torquato da Luz disse...

Directamente do local de levantamento do prémio, agradeço e retribuo os votos de Boas Festas, na esperança de que me deixem regressar a tempo do Ano Novo.
É no que dá a gente participar em concursos de cariz internacionalista...
Forte abraço, Luís!

jose albergaria disse...

Este é um concurso à séria,com um logica meritocrática imbatível.
Este estabelecimento, uma vez mais, provou a qualidade dos seus altos critérios avaliativos e valorativos, pela mesma ocasião.
Sinto-me honrado por ter "ganho" e me ter visto em cima do "pódium".
É caso para sustentar, como no PREC: ovelhas unidas...jamais serão pasto para churrasco.
Ao Senhor Luís, o meu muito obrigado pela organização esmerada com que nos brindou.
Para o ano... em Israel.
Um santo Natal e um 2011 sem crises...se pudermos.
J. Albergaria

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Caro senhor Luís
Por desditas laborais, só agora tomei conhecimento dos resultados do concurso. Tal como previra, fe-se justiça e eu ganhei. Por isso é que eu não costumo concorrer a prémios,não gosto de afugentar a concorrência.
Muitos parabéns pela feliz iniciativa que animou com grande brilhantismo estes dias da blogosfera.
Um excelente Natal e 2011 pelo menos, o melhor possível.
Forte abraço

Tinta Azul disse...

Se o País
fosse como a Barbearia do Sr Luís
andava tudo muito mais feliz!

todos a participar
todos a ganhar


Bem haja Senhor Luís :)

tulipa disse...

Começo por agradecer o prémio e o lugar de gloriosa vencedora.
Parabéns a todos, principalmente ao promotor do evento!

Infelizmente, parece-me que já não venho a tempo de reclamar o prémio. Paciência!
Agradeço ao Sr Luis e à sua Barbearia esta simpática iniciativa, e desejo-lhe, bem como a todos os concorrentes Boas Festas.

á de moura pina disse...

Olá Barbeiro! Desculpe o meu agradecimento tardio, mas vi-me à rasca para aqui chegar e, como deve facilmente imaginar, prémio nem vê-lo. Entravado, foi-me completamente impossível chegar a Teerão. Espero que, como é prática nestas circunstâncias, o prémio não levantado possa contribuir para a erradicação da pobreza que abunda um pouco por todo o lado. Afinal, estamos no Natal. Lembrei-me agora, não sei se ainda vou a tempo, mas desconfio de que nenhum dos outros felizes contemplados terá levantado o respectivo prémio. Trinta e oito prémios não reclamados é obra!... Talvez se justifique a organização de uma festa. Com Cavaco. Prémios não levantados também são restos, não é verdade? Infelizmente eu não poderia ir. Um problema alérgico. E, depois, não consigo livrar-me desta insuportável dor de rins. Não, barbeiro, não foi por ter trazido o bichano às costas. Nada disso. Já estou acostumado. Cavaco é que deve ter razão. Este orçamento deve mesmo ter tirado a parede da cara de Portugal, mas desconfio que levei com ela em cima dos meus costados.

jj.amarante disse...

Fiquei muito satisfeito ao constatar que foi atribuído o primeiro prémio às minhas ovelhas em presépio dourado e manifesto desde já a intenção de participar em próximos concursos caso ocorram. Infelizmente não me foi possível recolher o prémio pois gostaria de revisitar o Irão, embora essas instalações nucleares não estivessem nas minhas prioridades. Disseram-me que havia umas instalações de enriquecimento de urânio a uns 200 km de Isfahan.