sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Das decepções

Vitor ConstâncioDetesto ter de referir um ex-líder do Partido Socialista como o pior dos lixos que Portugal teve depois da liberdade mas, depois da acção miserável que Vítor Constâncio teve à frente do Banco de Portugal, principalmente durante o assalto do BPN em que encobriu todos os bandidos que o perpetraram e, depois, nas contínuas investidas contra os portugueses, sempre em defesa dos seus próprios interesses e dos da camarilha que o segura no poleiro, não me deixa alternativa.

Victor Constâncio faz-me asco. É uma das minhas piores decepções políticas e pessoais.

Como me terá sido possível ter, alguma vez, acreditado que ele era uma pessoa de bem?
LNT
[0.514/2012]

7 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Eu pensava que era o único, Luís, mas depois de ler este post fico muito mais descansado.
Abraço

Maria disse...

Amigo Luís:
Já tenho feito a mesma pergunta, sobre este e outros, a quem respeitei e acreditei.
Infelizmente, não ficaremos por aqui.
Haverá mais desilusões.
Maria

Francisco Clamote disse...

Também o ponho na minha lista. Abraço, Luís.

Anónimo disse...

Será que já se perdeu toda a serenidade para apreciar a posição de cada um? Como se pode afirmar que não é uma "pessoa de bem"? Cometeu erros? Acções com que não concordas? Tens inveja do seu percurso pessoal, profissional e político? Tudo se pode entender.... Daí ao asco, como o fundamentas?

Luis Novaes Tito disse...

Normalmente não respondo a comentários de anónimos e neste caso manterei a normalidade.
Aliás tantas questões necessitavam de, pelo menos, tantas respostas e não estou para isso.
Asco, basta-me. A resposta está no último parágrafo do meu texto.

Catarina Barradas disse...

"Asco" é o termo certo, para ele e para o Governo Socialista que pactuaram a desgraça do nosso País. Não poderemos deixar que o tempo apague estes "iluminados" da memória dos portugueses. Esta herança será passada para os nossos filhos, netos e .... Como foi incompetente em Portugal, leva-me a crer que os colegas dele no BCE, não serão flôr que se cheire também ... corrupção puxa corrupção ...

C.C. disse...

Decepção, é a forma como classifico V C. E não são precisos muitos argumentos para isso. A forma como conduziu o seu trabalho no BP sobre o BPN, a forma como se ausentou(e isto sem invejas, claro está)a indiferença às consequências dos seus actos, faz ASCO e muito.É sonso.
Mas há mais Vs Cs por aí