segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Lulas

Cavaco, Lula, SócratesNão sei se já disse alguma vez aqui, mas se não o fiz, fica agora escrito.

Gosto de Lula da Silva, gosto do que ele fez pelo Brasil e gosto de gostar dele. Gosto daquele seu ar proletário que atiça a fúria da intelectualidade luso-brasileira, gosto daquela sua forma de demonstrar que ainda existem governantes que entendem que o seu papel é criar condições para que os governados sejam mais felizes, tenham mais dignidade e qualidade de vida, ao contrário das abantesmas pensantes que chamam a isso populismo e entendem que governar bem e com coragem é pedir sempre mais um sacrifício para acrescentar aos sacrifícios a que obrigam quem os elege.

Claro que gostar de Lula, não é gostar de todos os actos por si praticados enquanto exerceu o poder, mas é reconhecer-lhe o gosto gostoso brasileiro e é um agradecimento pelo que fez em favor de milhões de seres humanos, seus compatriotas.

É o gostar de o ver a pegar nas mãos de Cavaco e de Sócrates e fazer a rábula que fez perante as câmaras de televisão de todo o Mundo, como que a dizer, deixem-se lá de merdas: - se sempre cooperaram, porque estão agora a fingir que não?

É essa a graça da coisa, Joana, a graça que me faz gostar de Luiz Inácio.
LNT
[0.455/2010]

4 comentários:

Nuno Pereira disse...

Lula é um presidente vindo do povo, o que nos dias de hoje muitos querem tornar impossível.
E como vem do povo, tudo nele é sentimental e espontâneo. Virtudes que escasseiam nos presidentes desta hera pouco dados a essas virtudes, já que são manietados pelos obreiros, das suas candidaturas.
Podemos dar as voltas que dermos, mas o que vem do povo, vem com ganas de mudar muito, do que nos é imposto.
Lula é um grande exemplo e outros surgiram porque o povo voltará a ter voz e a implementar a razão.
Quem vem do povo: fala, chora, emociona-se, abraça quem está ao lado, não olhando a nomes nem a caras.
SÓ quem vem do povo pode voltar a introduzir o valor moral numa sociedade a viver a crise mais desses valores do que financeiros.

Joana Lopes disse...

Luís,
Mas eu gosto do Lula, dos outros dois é que não! As caras de ambos estão pa(tetas)téticas...

Luis Novaes Tito disse...

Joana,
Continua a ser essa, a graça.

Helena disse...

Pois: boa fotografia. E o Lula sério, no meio dos dois.