terça-feira, 13 de novembro de 2012

Bílis descarregada, no pasa nada

Estação espacialE pronto!

A senhora foi-se embora debaixo do imenso buzinão ao atravessar a 2ª circular a caminho de Figo Maduro (que eu ouvi, em carne e osso, mas que não foi referido em parte alguma), a bílis foi descarregada sobre o "inimigo" externo para aliviar quem nos faz mal, o Presidente da República remeteu-se ao silêncio, para variar, o Primeiro-ministro mostrou-se dócil com a chanceleira e satisfeito com o serviço de catering de São Julião da Barra que lá despachou mais um cabrito, São Pedro cumpriu o seu papel em conjunto com São Martinho e os portugueses ficaram ocos de notícias e de dizeres, após tão grande agitação, como se sentissem o estômago vazio depois de uma valente diarreia.

Se não acreditam vejam as manchetes de hoje onde nem o fait-divers Vale e Azevedo consegue abrir o apetite para a distracção.

De resto estão por aí os fiscais da troica, a discussão na especialidade do OE 2013 e mais uma catrefada de coisas que pouco importam quando se está de ressaca.

Até o barbeiro ficou com falta de paleio. Preparem-se para amanhã, dia internacional de protesto que em Portugal tem a particularidade de ser comemorado com uma greve geral que não o é e com a adesão pessoal do Secretário-geral da UGT que já havia decretado a não adesão da sua central sindical.

Vou almoçar que se faz tarde.
LNT
[0.572/2012]

1 comentário:

Rogério Pereira disse...

Feliz de quem tem almoço...