terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Delito de Opinião em Crowdfunding

Os livros são como as cerejas e, tal como as cerejas, ficam caros.

A © Bookbuilders conseguiu forma de os publicar sem que os autores, para além do seu esforço, ainda tenham de investir para os dar ao prelo.

O nosso vizinho Delito de Opinião entrou no projecto e, em sistema de crowdpublishing, prepara-se para lançar em Fevereiro uma antologia de textos publicados desde 2009, ano em que o Pedro Correia e restantes autores fundaram o Blog.

Fui convidado para participar no sistema que, como se sabe, reside na compra antecipada de exemplares (a que chamam doação) para conseguir um número suficiente de encomendas (e dinheiro) que levem o editor a imprimir o livro e a proceder à sua distribuição. Não é a primeira vez (possivelmente nem a décima primeira), que entro em esquemas semelhantes para auxiliar publicações. As explicações mais correctas sobre o processo podem ser lidas aqui.

Se os livros são como as cerejas devem ser apoiados na sua feitura para que se comam uns atrás dos outros. Se os textos desses livros têm a qualidade de alguns-muitos que já li no Delito de Opinião, então trata-se de cerejas gordas e suculentas

O processo é simples.

Clica-se no endereço aqui, seguem-se os passos indicados e, por 12,5 Euros, fica-se a aguardar que o livro chegue a casa. Se os objectivos não forem atingidos devolvem-lhe o dinheiro.

Ficamos todos a ganhar.
LNT
#BarbeariaSrLuis
[0.077/2017]
Enviar um comentário