sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Concurso de Natal 2011 - Camelos de Presépio [ XV ]

Concurso de Natal 2011

Acta de apuramento





Concurso de Natal 2011 – Todos Concorrentes



Após reunião prolongada do CEO da Barbearia e das suas colaboradoras que formam o colectivo que dá pelo nome de "magnânime júri", foi decidido não atribuir, no presente ano, o primeiro lugar ex aequo.

Para esta deliberação foi determinante a promessa feita no decurso da campanha.

No entanto, logo após o concurso ter encerrado, o júri tomou conhecimento do conteúdo de um memorando que tinha assinado de cruz antes do início do certame e acabou por deliberar o seguinte:

Ponto único



Considerando que foi assumido que a classificação do Concurso de Natal d’a Barbearia do Sr. Luís, em 2011, não permite a classificação ex aequo;
Considerando que o júri tomou conhecimento de que o conteúdo do memorando que tinha assinado de cruz antes de ter iniciado o concurso determina que não é possível distinguir os concorrentes através de pontuação diversa;
Considerando que o júri entende que é necessário ir além do próprio memorando; e
Considerando que todas as obras apresentadas revelam qualidade superior

Foi deliberado por unanimidade e aclamação que no presente ano, a título excepcional, não se classifiquem as participações e se distribua, de forma igual, o prémio que não existe devido à retirada do patrocínio em virtude do patrocinador ter sido classificado como lixo pelos "mercados".

Não obstante tal contrariedade, o júri considera ser um imperativo nacional que os concorrentes se conformem, bastando que, para tal, lhes sejam apresentados os melhores votos de Festas Felizes e a desesperança de que 2012 venha a ser melhor do que o ano que agora termina.

Lisboa, Barbearia do Sr. Luís, 16 de Dezembro de 2011
(assinaturas ilegíveis e trémulas)



Nota do autor:
Addiragram, Anamar, António, Ariel, Carlos B.O, Carlos S., C.C., Dogofilo, Filipa, Flip, Francisco, GJ, Helena, Isabel, JJ, Joana C., Joana L., Jonas, José, Luís, Malou, Maria, MdSol, Miguel, Moura P., M. Rosário, Nan, Nuno, Óscar, Pedro, Rodrigo, Sara, Sofia, Utópico e Vera, vocês são fantásticos.

Mais uma vez se provou que a Net, os Blogs, as Redes Sociais e todas as tecnologias podem também ser um meio de bem-estar, de descontracção, de camaradagem e de brincadeira. Agradecido por terem alinhado e por serem como são.

Feliz Natal para todos.
Vamos tratar de fazer com que 2012 não seja o mar de desgraças que nos anunciam.
Luís Novaes Tito
[0.599/2011]

42 comentários:

Nan disse...

Aqui vem a conformada e contrita (adoro esta palavra) concorrente desejar a Vossência umas Festas felizes,um bom Ano Novo, e propor que, dado que nada de bom se espera de 2012, se comece, a partir de 1 de Janeiro, a datar tudo de 2013. Para aliviar o stress...

Helena disse...

Eu não percebi nada destas justificações, mas: PROTESTO!

Amigos concorrentes: todos à concentração à porta da Barbearia, hoje às três da tarde. Todos vão, ninguém arreda pé!

(Eu vou ser aquela com o cartaz a dizer: "Devolvam-me já as bolas de Berlim, o presunto e mais as garrafinhas de vinho!")

Luis Novaes Tito disse...

imperativo nacional! Esta é a frase chave.

Quando vierem destabilizar para a porta da Barbearia terão à vossa espera um cordão de simpáticos para vos receber com carinho.

Quem vier com cartazes arrisca-se a ser denunciado como infiltrado porque isso das bolas de berlim, do presunto e das garrafinhas de EA foi mera virtualidade e, como se sabe, de virtualidades está o inferno cheio.

Conformem-se e prontus!
(o raio destes alemães e alemoas sempre a destabilizar...)

Anónimo disse...

Deixe lá, Helena. A gente tb não percebe nada do que diz a Merkel, mas come e cala. E que me conste ela ainda não devolveu a massa dos submarinos, nem a dos BMW e tutti quanti.
Um grande Natal para todos e que 2012 passe depressinha. Por mim pode bater a velocidade da luz.
Beijinhos
Malou

Pedro disse...

Eu à espera de um cabaz de Natal... resta-me pois agradecer e retribuir os votos de um bom Natal e um 2012 ao contrário das previsões ao Sr. Barbeiro, demais concorrentes e outros clientes.

GJ disse...

E que a brincadeira e a boa disposição continue sempre.
Parabéns, Festas Felizes a todos os participantes e um grande abraço ao Luís Novaes Tito que, com o seu gesto, nos mantém unidos na esperança.
Bom Natal e Boas Entradas.

Helena disse...

Ai! Já me tinha esquecido do famoso Carinho do Estado!

Então está bem. Mas se depois no próximo ano ninguém quiser brincar consigo, não se admire.

(Fosse igualmente fácil fazer ameaças destas a quem nos desgoverna e desgraça...)

António P. disse...

Boas,
Mais uma sábia decisão do júri.
As ccolaboradoras portaram-se bem, Luís ? Um abraços de parabéns por mais esta iniciativa.

Helena,
muito reivindicativa, como sempre... mas não poderei juntar-me à manifestaçâo ( que apoio ) já que tenho que trabalhar para pagarmos à tia Ângela. Parece que agora além de preguiçosos somos bêbados.
Espero que defenda a nossa honra aí por Berlim :)

Desejos de um Feliz Natal e um Bom Ano Novo para todos...
e para o ano cá estaremos

folha seca disse...

Caro Luis
Eu não tinha grandes ambições, mas pelo menos um prémiozito de consolação esperava. Afinal vai uma consolação para todos e de que tanto precisamos.
Gostei.
Abraços para organizador juri e participantes.
Rodrigo

Luis Novaes Tito disse...

Obrigado a todo(a)s.
As colaboradoras portam-se sempre bem, o CEO é que já começa a ter mais olhos que barriga :)

As ameaças de boicote aos próximos concursos não assustam sequer o camelal com que o Barbeiro concorreu este ano. Coisas vãs, como as amargas bolas de berlim que não chegaram, apesar da publicidade largamente difundida. :)

O prémio do ano que vem vai ter de ser reclamado à porta da fábrica das cartas do Pai Natal, lá para as bandas do 2 dedos de conversa.

E consolem-se!

Afinal, bem vistas as coisas, a nossa condição de portugueses continua a dar-nos aquele ar aristocrático que, mesmo falido, nunca nos retira a pose.

ariel disse...

Caro Senhor Barbeiro :)))

Aqui esta praça está desiludida, claro, tinha apostado o que tinha e o que não tinha neste magnifico concurso, mas lá terá de se conformar, a sua condição de camela obriga-a a baixar a farta bossa e a aguentar-se com a decisão do "magnânime júri".

Desejo-lhe muitas felicidades para o ano 2012 extensível a todos os concorrentes, esperando que para o ano nos possamos encontrar todos novamente para festejar o próximo animal...:)))

Feliz Natal.

Um beijinho

Helena disse...

Uma manif organizada por franceses indignados dirige-se a essa Barbearia. O mundo nunca mais será como dantes! ;-)

http://conversa2.blogspot.com/2011/12/indignez-vous.html

Francisco Clamote disse...

Boas Festas também para ti, Luís.Abraço.

Sofia Loureiro dos Santos disse...

Ora bolas. Logo este ano que era ganhadora! Mesmo assim farei desfilar todos os camelos que se perfilaram para o concurso, lá no Quadrado. Pode ser que haja alguma cedência de quem retirou o patrocínio. Será que foi para concursos mais necessitados? Para os concorrorrentes ou para os camelos?

Jonas disse...

Pois, isto é tudo uma grande aldrabice, é o que é. Uma fantuchada.

Um concurso de camelos, onde até cavalos são admitidos, sabe-se lá porque porta do cavalo.

Um escândalo, fazer com que o esforço de milhares e milhares de pessoas que, com esforço e dedicação, concorreram de boa fé, depois de horas de trabalho árduo de pesquisa online pelas palavras "camel frog" e escolha do primeiro resultado......e depois vai-se a ver e o prémio estava destinada a uma só pessoa, cuja contribuição foi francamente mediana.

Uma vergonha.

Apelo à organização, que divulgue de imediato os estatutos, e o tema do próximo ano, que eu quero começar já a trabalhar na minha participação :)

António P. disse...

Luís,
Para acabar com tanta contestação para o ano tem que haver prémios a sério.
Eu proponho-me como patrocinador oficial do concurso e financio os 3 primeiros prémios.
Abraço

Jonas disse...

Ui. Se isto já é assim sem prémios.....com prémios a malta degladia-se :)

Maria Bê disse...

Eu só queria que o blog tivesse aquela mãozita do Facebook para uma gaja poder fazer "Like". E que, já agora, desse para fazer "Like" muitas vezes, as vezes todas que me apetecessem e que decerto, tenho a certezinha absoluta, a sério!, seriam muitas.
Um sorriso!

mdsol disse...

Pois, pois, eu não percebi nada da argumentação do digníssimo juri e suponho que não fui só eu a ficar boquiaberta com as voltas e reviravoltas, o digo agora uma coisa e amanhã logo se vê...O que vale é o treino intensivo que todos temos tido nisto de nos dizerem uma coisa e, na semana seguinte, fazerem exactamente o seu contrário, senão estou em crer que havia problemas a sério. Nem as colaboradoras mais anafadinhas se salvariam...


[É um gosto participar neste concurso... Boas festas para todos]

Luis Novaes Tito disse...

Sofia.
Para os camelos nunca vai...

Luis Novaes Tito disse...

Jonas,
venha cá para o ano que vai ver o que é o bom e o bonito.
Se o António vai patrocionar prémios (por falar nisso, onde é que andará o pata-negra?) vamos ter atentados nesta Barbearia.

Olha, bom título para o meu livro:
"Atentado na Barbearia"
já ganhei o dia.

Luis Novaes Tito disse...

MdSol,
Ora, basta ligar a televisão e ouvir. Esta linguagem ao pé da deles é coisa de criança... :)

e não pago, não pago, não pago...

Anónimo disse...

e eu estou-me a marimbar :)
(Deixa cá assinar isto)
Malou

M Isabel G disse...

Parece-me bem.
Festas Felizes, caro Luis.
este ano também é mais brilhante para mim.
Um abraço

maria disse...

:)

pelos vistos a barbearia entrou no espírito do tempo; a cortar, a cortar, a cortar (bem vistas as coisas é a sua vocação); mas o Luís continua o mesmo senhor: é um gosto andar por aqui nesta companhia.

Beijinhos e Festas Felizes para os co-concorrentes e ao nosso anfitrião.

Nuno Pereira disse...

Depois de ler estes comentários todos, não sei o que diga. Está tudo dito!
Foi-se o camelo, que venha a vaquinha.
Boas festas para todos e que o novo ano passe depressa. Para que, para além de mais velhos, possamos sentir que o mais difícil, já não está para vir!

addiragram disse...

"Não há machado que corte a raiz ao pensamento"e...ao humor e este é, absolutamente indispensável para fazermos frente a todos estes "presentes"canibalescos. Quanto ao prémio ele é mesmo aquele que conseguiu, verdadeiramente, compensar a tenacidade do meu camelo ao atrever-se a vir, contra-corrente,tendo decidido imigrar.
E para o meu amigo desta já longa viagem fica um grande abraço e os votos de um Feliz Natal.

Maria do Rosário Sousa Fardilha disse...

Continuo sem saber do paradeiro dos camelos dos magos! Seria um constrangimento ter que receber os prémios sozinha, pelo que esta solução até é conveniente. Votos de feliz natal e continuação da mesma boa e preciosa boa disposição!

Rosário

á de moura pina disse...

Essa não, barbeiro!
Então, os camelos somos nós?!
O barbeiro está mesmo convencido que isto se resolve com um simples desejo de Boas Festas?!
Prepare-se. Da minha parte a luta vai ser dura. Não quero saber das promessas eleitorais, das assinaturas de cruz, dos memorandos e dessa patranha dos mercados e muito menos me comovo com essa história das mãos a tremer.
Mas não me estou marimbando!
Ou esta barbearia declara um vencedor, ex aequo ou não, ou o meu abrasivo entrará em greve geral, no próximo dia 24, contra as medidas orçamentais impostas por mais este antro do barbearismo selvagem e pau-mandado dos troikanos.
O secretariado do meu abrasivo encontra-se a partir de agora em reunião permanente e prometo para amanhã a publicação do manifesto contra esta barbearia.

Os camelos são do povo, não são do barbeiro!

Luis Novaes Tito disse...

Moura Pina,
Ralha, resmunga, ameaça, faz greve, vai acampar para o Rossio, etc., que te há-de servir de muito...
O júri é soberano e isto é o que é, que é como quem diz, não é coisa alguma.
:)
E qual é a dúvida sobre quem são os camelos????

Luis Novaes Tito disse...

Obrigado, Maria.
Embora se saiba que o Senhor está no CEO. :)

Isabel,
Estes brilhos são o que nos safa. Temos sempre alguma razão para a felicidade e novas vidas dão-nos essa esperança.

Nan e Nuno,
É isso mesmo. Esperemos que passe rápido (esta época faz-nos sempre dizer estas coisas, mesmo que não se acredite). Bom Natal.

Malou,
E se em 2012 nos escondêssemos dentro de um submarino, para ver se não davam por nós?

Pedro,
Não fale nisso do cabaz de Natal não venha aí o Mago Gaspar dar-nos mais outra cabazada.

GJ e Rodrigo,
Resta a esperança. Bom Natal.

Ariel,
Bossas para cima, companheira! A luta continua!

Maria Bê,
Este Blog tem sempre aquela mãozinha para cima, ou pelo menos tenta-se. Obrigado pelo “like”.

Addiragram,
Valeu o esforço. É sempre com muito gosto que a vejo por cá.

Rosário,
Dos três só se sabe o paradeiro do Mago Gaspar mas esse é melhor não encontrar...

Abraços

Dogofilo disse...

Resignado que nem um camelo cá me fico na esperança de que o ano de 2012 me traga melhores tempos.
Para a Barbearia e seus clientes votos de Feliz Natal e um Ano Novo com muita saúde.

Utópico disse...

Parece que isto de "ir além dos memorandos" é algo que agora anda na moda.

Há coisa de 1 ano descobri a blogosfera e ela serve como o piloto de uma panela de pressão que me permite ir libertando, lentamente, a pressão, o stress e as angústias, não vá eu ter um enfarte e ter que pagar as novas taxas moderadoras, ou pior, o hospital não ter dinheiro para me assistir.

e se há algo que me alivia o stress são blogs como A Barbearia, quu muitos sorrisos já me arrancaram.

Boas Festas

Utópico

á de moura pina disse...

Barbeiro,
Só não vou para o Rossio porque ultimamente tudo me acontece, e, que me lembre, nunca vi aquele gajo, que há tantos anos está de pé no meio da praça, ir uma única vez à casa de banho. Com tanto azar, ainda ia aproveitar a maré para me mijar em cima.
Mas a passividade com que a prepotência deste júri foi aceite é bem o espelho daquilo que se passa neste país. E a passividade é tanta que nem o secretariado do meu abrasivo conseguiu chegar a um consenso e até já marcou nova reunião para a primavera. «Que é preciso cuidado com aquilo que dizemos e escrevemos. Eles têm ouvidos! Depois, as coisas ainda podiam ser piores. Afinal, sempre recebemos um voto de Boas Festas. E temos direito a uma pequena parte do prémio, que, apesar de ser uma pequena parte de coisa nenhuma, sempre é melhor do que ainda ter que pagar.» Estes e outros argumentos ouvi-os através do buraco da fechadura.
Como já deve ter calculado, a minha greve geral do dia 24 fica por agora suspensa. Há espera da cimeira da primavera. Não consigo avançar para uma greve sem manifesto.
Depois... bem depois, já vi que seria um geral muito pequenino.
Já agora, Boas Festas, barbeiro. Mas não canto. Ninguém me iria perdoar a desafinação. Uns podem. Outros não.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Caro Luís
Eu compreendo que a crise bateu forte e até o sr PM sem dinheiro para dar prensas às filhas, um dia destes também as manda emigrar. Mas, como se diz na minha terra, canudo, não havia dinheiro aí na Barbearia para um certificado de presença?
Grande abraço e mais uma vez parabéns, por esta iniciativa que se tornou um must da blogosfera.
Abraço

C.C. disse...

Oh Luís, estive ausente e só agora vi o estendal de reclamações e ameaças, aliás justíssimas: não é partida que se faça, esta de prometer chorudos prémios e depois, nada...e ainda por cima pensar que fica tudo como dantes passando uns elogios e umas Boas Festas assim a disfarçar.
Foi um gozo esta brincadeira e para o ano cá estaremos para outro desafio.
Desejo-lhe e a toda a sua Família Boas Festas e um BOM ANO NOVO

Luis Novaes Tito disse...

Com tanto resmungo só resta ao júri reunir numa fortificação qualquer à beira-mar e tratar-vos da saúde para o ano que vem.

Luis Novaes Tito disse...

Dogofilo
É isso mesmo.
Resta a esperança, embora aquilo que se vê é, em cada reunião dos que nos guiam, menos e menos esperança.
Esperança e paciência, pelo menos até que a paciência se acabe e a esperança tenha de ser resultado da nossa resistência.

Utópico
De sorriso nas beiças é sempre mais fácil. Gosto que goste de andar por aqui.

Pina Moura
É deixá-las cantar, porque a afinação é o que menos interessa.

Salva-se o espírito da coisa e esse é inegável...

Carlos
Os certificados de presença são dados sob a forma de vistos no passaporte. Quem quer certificações que estude porque, segundo consta, os certificados das faculdades vão passar a incluir um Visto de ida para os PALOPS.

C.C.
As promessas não são para cumprir, como sabe. Não percebo porque é que se espanta. Já há bastante tempo que em Portugal é preciso ouvir para se saber com que contar. Escuta-se uma coisa, espera-se o contrário. São as regras do jogo.

Meus caros todos(as)
Agora sigamos para bingo.

Talvez para o ano que vem se faça um concurso de Páscoa.
Bons temas, para início de conversa, seriam: "Pregos de Cruz" ou "Chibatadas de Calvário".
Tenho de conferenciar com o júri para saber se elas estão pelos ajustes.
;-)

luisa disse...

Tão afastada tenho andado da blogosfera que, de forma imperdoável, deixei passar este magnífico passatempo de Natal a que me tinha proposto nunca faltar desde que conheci esta barbearia... :(
Ficará para a próxima. Para já ficam os meus parabéns à organização, aos ilustres participantes e magníficos premiados. A todos desejo Festas Felizes!

Luis Novaes Tito disse...

Deixe lá, Luisa.
Para o ano será ainda melhor (e mais polémico, espero)
Feliz Natal.

jj.amarante disse...

Queria deixar aqui as minhas felicitações pela boa organização deste concurso e pela superior forma como o magnânime júri deliberou, seguindo os modernos exemplos de faltar às promessas e decidindo ir também para além do memorando.

Feliz Natal e um Ano Novo de 2012 cheio de prosperidades espirituais, que as outras serão provavelmente encaminhadas para os alegados credores

Flip disse...

Caro Luís, douta decisão :-)
Feliz Natal e um excelente ano novo. Abraço