sexta-feira, 19 de março de 2010

Coelho ao Sol

Facas laranjaO Sol dá hoje como certa a vitória de Passos Coelho, por maioria absoluta, na disputa pela liderança do PSD.

Diz o on-line que "esta é a conclusão da sondagem realizada pela Pitagórica para o SOL junto de militantes sociais-democratas".

As minhas questões sobre este lixo que vai enchendo as primeiras páginas de alguns jornais acrescentam mais e mais dúvidas sobre o que nos andam a vender como notícias. Nesta a que me refiro as dúvidas incidem na falta da ficha técnica da "sondagem/amostragem" no on-line, para podermos ter uma ideia do tamanho da palhaçada ensaiada e da credibilidade do universo consultado que o jornal apela como: "junto de militantes sociais-democratas".

Das duas três. Ou o Sol teve acesso à base de dados dos militantes do PSD e fica por saber quem lha deu (e já agora com que purga), ou o Sol julga que sondou militantes do PSD e dá como certo o incerto, ou o SOL recebeu a encomenda da capa de hoje.

Esta "comunicação social" (assim mesmo, entre aspas) já mete nojo.
LNT
[0.111/2010]

7 comentários:

maloud disse...

Ainda ontem, quando me queriam dar conta das "notícias" on-line desse pasquim, me passei. Não leio (não, não cliquei), nem quero saber. A paciência, mesmo a minha, tem limites

fatbot disse...

Se fosse apenas a comunicação social ... seriamos mais felizes! Um abraço

Francisco Clamote disse...

Não está mal pensado, não senhor. E melhor escrito, como sempre, Luís. Abraço.

mdsol disse...

:))

AABarroso disse...

Mete nojo sim senhor! E é preocupante como estes mostrengos medram num país em profunda crise económica. Mete nojo e cheira mal que tresanda! Como tresanda a camara de eco destes pasquins instalada na A.República.

O Belogue da Martinha Lacerda disse...

Há muita coisa a meter nojo neste País, além da "comunicação social", senhor Luis.
Isto cheira mal que tresanda...

contradicoes disse...

Pois é caro Luís mas por estranho que pareça quando a m/mulher regressou das compras com o DN compra habitual, informou-me que na tabacaria onde adquiriu o jornal já havia a indicação de que o Sol tinha esgotado. É desta falsidades que o público gosta e embarca nelas.