quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Da ignorância

CoelhoNada tenho contra Passos e Portas andarem em campanha eleitoral. É um direito que lhes assiste e, caso haja eleições legislativas lá para meados de 2016 como estou convencido que haverá e até aceito apostas, nem sequer começaram a campanha muito cedo.

O que se pede a Passos Coelho é que, ao lembrar a História da nossa democracia, não cometa erros tão crassos como aqueles que lhe acabei de ouvir num extracto directo na SICn onde ele afirmava que, em 1985, Mário Soares então Presidente da República (em 1985 o PR era Ramalho Eanes) deu posse ao primeiro governo de Cavaco Silva (o que evidentemente não podia), misturando com esse tempo a razão que levou Mário Soares, em 1987, a dissolver a Assembleia da República e a convocar eleições (de onde saiu o primeiro Governo maioritário de Cavaco Silva).

A ignorância é um direito mas exibi-la desta forma é, no mínimo para um Primeiro-Ministro – ainda que só em funções de gestão, muito pouco abonatório.
LNT
#BarbeariaSrLuis
[0.291/2015]
Enviar um comentário