quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Do Nojo

Crónicas do RochedoO Carlos Barbosa de Oliveira escreveu dois textos que também me iam na cabeça mas que não tive oportunidade de escrever.

Se o lerem em:
. São uns filhos da puta. Fim de citação; e em
. Solidários, ma non troppo...

ficarão a perceber o que também penso sobre este assunto, acrescentando que não posso admitir que chamem a estas crianças “bombistas suicidas” porque as crianças (que até se admite fazerem parte do lote de crianças raptadas), mesmo tendo sido usadas como bombas, foram assassinadas.
LNT
[0.019/2015]

3 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Bom dia
Ontem li este Post que me deixou apreensivo e revoltado.
Já todos sabemos destas verdades que assolam a nossa sociedade.
Publicá-las para que a nossa sociedade conheça os criminosos que se escondem por detrás destas organizações e que diariamente matam inocentes,não lhe dando o direito de escolha...

Luis Novaes Tito disse...

Pois é. Isso e o facto destes miudos que andam a ser massacrados não terem a sorte de serem cartonistas e por isso não terem direito a mais do que uns segundos de atenção do Mundo.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Obrigado, Luís. É uma honra ser citado nesta prestigiada Barbearia.
Abraço