quarta-feira, 11 de março de 2009

Botão Barbearia[0.205/2009]
JurisdiçãoCarlos Candal

Candal pai, acha que o Partido Socialista deve levantar um processo disciplinar contra Manuel Alegre. Não sei se ele disse isso só aos jornalistas ou se levantou essa questão no órgão próprio do PS que, como se sabe, é a Comissão de Conflitos (usando a terminologia mais vulgar). Se levantou a questão só para os jornais (ou para outros orgãos de comunicação social), Candal está a fazer aquilo que condena politicamente. Se o fez, e ele é jurista, no orgão disciplinar do PS com competência para tratar destes assuntos, teremos de aguardar a decisão para que ninguém possa depois vir a evocar campanhas negras contra quem quer que seja.

Devo dizer que concordo que a Comissão de Jurisdição se prenuncie, por iniciativa própria ou por análise de qualquer queixa apresentada, caso entenda haver matéria que o justifique e gostaria de saber quais foram os Princípios da Declaração de Princípios que Manuel Alegre quebrou, conforme afirmou esta manhã o Pedro Adão e Silva no Rádio Clube Português.
LNT
Rastos:
USB Link
-> Público ≡ Carlos Candal: "Não é pensável que o Manuel Alegre faça o que tem feito sem levar um chuto"

4 comentários:

Vagouvea disse...

Caro amigo Sr Luiz, tenho acompanhado seu Blogger no qual eu gosto muito e estou passando para deixar um grande abraço para o Senhor e toda sua familia.

Daniel Santos disse...

Eu desconfio destas vozes que são do sistema e sempre foram, apenas de vez em quando se colocam na sombra.

Carlos Santos disse...

LNT,

Para agradecer o apoio, o post final com a prova cabal da mentira levantada pelos meninos de recreio:
http://ovalordasideias.blogspot.com/2009/03/o-insurgente-demonstra-as-suas-proprias.html

Anónimo disse...

Não deixa de se um pouco estranho que M. Alegre, sendo deputado por um partido, vote sistematicamente contra esse partido, em praticamente todas as votações. Porque se candidata a deputado, então? Também não pode exigir que esse partido, cuja linha de orientação foi sufragada pela grande maioria dos militantes, adopte agora as ideias de Alegre, porque ele acha que é assim que tem de ser. Nesse caso, seriam os militantes que se sentiriam defraudados, não acha?