quinta-feira, 5 de junho de 2014

O barbeiro [ IV ]

O BarbeiroCom as navalhas afiadas e os pincéis de molho, o barbeiro voltou à cadeira dos clientes que rareavam sem qualquer vontade de ler ou ouvir notícias, porque as notícias que passavam pouco lhe interessavam.

Continuava na dele: - que se deu ao trabalho de sair de casa para ir votar num Partido na esperança de que ele fizesse o que lhe competia e, à noite quando se preparava para comemorar a vitória para que tinha contribuído, levou uma bofetada de mão cheia quando ficou a saber, pelos ilustres desse partido, que o seu voto tinha sido uma porcaria insuficiente, de Pirro, e que o PS em vez de fazer aquilo que ele esperava se tinha envolvido numa guerra de protagonismo com o pretexto de que assim iria dar mais valor ao único voto de que ele dispunha.

Nestes pensamentos, frustrado, pegou na folha de caixa e confirmou o descalabro que adivinhava. O IVA a subir para a ruína, o sabão da barba ao preço do perfume francês e a miséria que lhe rondava a porta do lá vem um.
LNT
[0.211/2014]
Imagem: http://www.gutenberg.org/

10 comentários:

Zé Carlos disse...

Ai barbeiro, barbeiro!
Meteste-te na faixa errada e agora dizes que todos os que passam por ti vão a conduzir em contra-mão!...

ignatz disse...

o preço da loção de censura tamém subiu.

Luis Novaes Tito disse...

Zé Carlos, vá à rua ouvir. Vai ver que as espectativas eram as que o barbeiro ali diz. Os tugas estão fartinhos de que os políticos andem a tratar da vidinha em vez de tratarem da vida dos cidadãos.
Havemos de chegar aos 90% de abstenção. Talvez depois acordem.

Luis Novaes Tito disse...

ignatz
o preço da loção da censura é coisa dos mercados. O valor depende da procura e da oferta.

C.C. disse...

Tem de se remodelar, sr.barbeiro . A clientela fraqueja porque os homens agora depilam-se. Dentro de pouco tempo não há barba. Tem de acompanhar os tempos!

Luis Novaes Tito disse...

CC, Nesta barbearia trata-se de muito mais do que pêlos e cabelos, embora alguns se fiquem pelos pêlos e cabelos que aqui se tratam.
A clientela até nem está mal. Pelos números, não inflaccionados, aproxima-se do milhão, o que para um só e praticamente desconhecido barbeiro, não se pode dizer que seja mau.
Pagam é pouco, o que é pena.

C.C. disse...

de qualquer forma, eu vejo-o a lamentar-se da miséria do lá vem um.É que os clientes mudam !

ignatz disse...

luis tito, vá à rua ouvir. vai ver que as espectativas não eram as que o barbeiro ali diz. os socialistas estão fartinhos de que os seguros & brilhantinas andem a tratar da vidinha em vez de tratarem da vida dos cidadãos.
havemos de chegar aos 90% pró-costa. talvez depois acordem para a figura que fizeram e tempo perdido.

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/politica/detalhe/sondagem_aximage_costa_preferido_por_mais_do_dobro_dos_portugueses_para_primeiro_ministro.html

Luis Novaes Tito disse...

cc
mudam, mas continuam a não pagar. se visse o rol...

Luis Novaes Tito disse...

ignatz,
já lhe respondi que passo a vida na rua. ignatz é nome de rato, ou é de faz de conta que ignora?