quinta-feira, 29 de outubro de 2015

A bola de cristal

Bola de cristalAo contrário do que disse Marques Mendes, na assembleia de Deus que a SIC agora faz ao Domingo, creio que teremos Orçamento dentro de poucos meses.

Isto porque:
se Cavaco se decidir deixar este nado-morto, que aí vem, mergulhado em clorofórmio até que ele próprio parta para os resplendores da luz perpétua, o próximo Marcelo (ou outro) que reencarnará na pele de Presidente, dará de imediato posse ao Governo gauche para que leve as continhas à AR;
se Cavaco fizer mais uma arrecua e nomear Costa, a questão também ficará por aí.

Logo, o problema do Orçamento estará resolvido nos primeiros meses do ano.

O que se seguirá, é que já não é trigo-limpo. Cheira-me que não nos safamos de eleições antes de férias grandes, seja porque sim (porque aquele que reencarnar assim o venha a decidir), ou porque não (porque os fiadores de Costa lhe tirem o tapete).
Depois seremos sortudos se, entretanto, o canibalismo habitual do PSD levar o Coelho ao caldeirão, caso contrário ainda o vamos ter de gramar e ao seu porta-chaves por uns anos valentes.
LNT
#BarbeariaSrLuis
[0.284/2015]
Enviar um comentário