terça-feira, 6 de outubro de 2015

Um dois esquerda direita

Sinal Direita EsquerdaFicou provado que o essencial que separa os portugueses não é o facto de serem de direita ou de esquerda, mas sim o de serem ou não europeístas.

Dessa enorme maioria de europeístas portugueses, uns preferem-no ser mais à direita (menos social) e outros mais à esquerda (mais social). Entre os que preferem ser mais à direita encontram-se também os eurocépticos que, embora o sejam, se misturam com os outros para terem um lugar ao Sol (e no I e também no Observador).

Dessa imensa minoria de não-europeístas, uns preferem ser mais à direita (extrema) e outros mais à esquerda (extrema). Entre os que preferem ser mais à esquerda encontram-se também os faz-de-conta que até poderão ser europeístas desde que a Europa passe a ser outra coisa qualquer e o Euro também.

É isto, e os que continuam a ver a questão portuguesa como uma simples coisa de direita e de esquerda que pode fazer maiorias de esquerda ou de direita, continua a não aprender nada com a forma como os eleitores portugueses votam, nem nunca perceberão que é melhor tentar perceber os eleitores do que insultá-los de cada vez que votam.

Boa nôte ou bom ó-ó, conforme a múmia que preferirem.
LNT
#BarbeariaSrLuis
[0.271/2015]
Enviar um comentário