segunda-feira, 30 de março de 2015

Fama

FamaAs televisões e jornais continuam a publicitação da cara e do nome do assassino da Germanwings, bem como das notícias da sua namorada, conhecidos e até do Pastor que o assistia, contribuindo desta forma para a concretização do pretendido que o levou a cometer o mais cobarde de todos os ataques perpetrados nos últimos anos, na Europa, contra inocentes sem qualquer hipótese de defesa.

Um pouco na senda do que já havia aqui escrito, continua-se a comprovar que estas acções criminosas valem pelo “conseguimento” da fama que se quis atingir.

O inqualificável e desumano psicopata agradece lá do Inferno, ou do raio que o parta, a quem transmita o seu nome e imagem de forma a garantir-lhe um lugar na história da aviação civil.
LNT
[0.173/2015]
Enviar um comentário