domingo, 29 de março de 2015

Reciclar o poder

LixoPassos Coelho diz, a partir do Japão, que não se admira que continuemos considerados lixo pelos “mercados” uma vez que ainda não se realizaram eleições.

Nunca tinha estado tão de acordo com ele. Enquanto não se realizarem eleições (e não só legislativas) continuaremos neste lixo em que nos atolaram, do qual só sairemos quando Governo & up se reciclarem.

Pena que os actuais detentores do poder não ponham os interesses nacionais acima dos seus próprios e antecipem o acto eleitoral.

Vamos ter de esperar que os almeidas os levem devidamente acondicionados nos sacos de plástico da taxa verde que o lixo inventou.
LNT
[0.169/2015]
Enviar um comentário