quarta-feira, 18 de março de 2015

Me irrita

Subir LallIrão desculpar-me, mas ver aquele aborto gordo do FMI falar de Portugal como se fosse o dono de tudo isto, irrita-me especialmente.

Um barda-merda qualquer de quem não fixei, não sei, nem quero saber o nome, um estrangeiro representante de uma qualquer porcaria que em nome do agiotismo internacional se dá ao direito de ter voz num qualquer canal português e que fala de Portugal como se fosse um baldio sem dono e sem soberania, enoja-me, revolta-me, dá-me vontade de o defenestrar com uma bengala enfiada pelo rabo acima.

Ouvir um borra-botas, que no país dele deve ser pouco mais do que um lacaio lambe-cús (bem dito MEC por expressões tão portuguesas), falar da nossa Nação como se fosse uma cavacolândia submissa à laia de um guincho de láparo.

E o homem nem sequer se chama Ricardo.

Fónix!
LNT
[0.150/2015]
Enviar um comentário